Missionários
Claretianos Brasil

home » Evangelho Meditado

Evangelho Meditado

Quinta-feira, 25 de Maio de 2017

Atos 18,1-8: Paulo pregava na sinagoga

Salmo 97: Manifestou sua justiça à face dos povos

Jo 16,16-20: A vossa tristeza se há de transformar em alegria

16Ainda um pouco de tempo, e já me não vereis; e depois mais um pouco de tempo, e me tornareis a ver, porque vou para junto do Pai. 17Nisso alguns dos seus discípulos perguntavam uns aos outros: Que é isso que ele nos diz: Ainda um pouco de tempo, e não me vereis; e depois mais um pouco de tempo, e me tornareis a ver? E que significa também: Eu vou para o Pai? 18Diziam então: Que significa este pouco de tempo de que fala? Não sabemos o que ele quer dizer. 19Jesus notou que lho queriam perguntar e disse-lhes: Perguntais uns aos outros acerca do que eu disse: Ainda um pouco de tempo, e não me vereis; e depois mais um pouco de tempo, e me tornareis a ver. 20Em verdade, em verdade vos digo: haveis de lamentar e chorar, mas o mundo se há de alegrar. E haveis de estar tristes, mas a vossa tristeza se há de transformar em alegria.

Comentário

Como os discípulos demonstram estar fechados e duros de entendimento! A crise bate à porta. São incapazes de acompanhar Jesus nestes últimos momentos de vida. Frente a este fechamento manifesta-se a lucidez e a coragem de Jesus. Diante da morte, Jesus demonstra serenidade e confiança; mesmo tocando fundo na fé dos discípulos, se converterá em alegria quando o virem vencedor da morte. Quantas vezes estamos como os discípulos, abatidos, decepcionados. Quantas coisas não conseguimos entender. A cruz de Jesus é uma das realidades mais difíceis de assimilar. Por que Deus somente interveio depois da Cruz? Por que não se adiantou impedindo que o matassem? Deus intervém na história, mas não é intervencionista. A história tem autonomia e os seres humanos, liberdade. Se não fosse assim, a dignidade de que gozamos seria uma farsa. Deus intervirá deixando claro que seu amor foi absoluto e que a fidelidade de Jesus chegou até as últimas conseqüências. Se fôssemos capazes de sintonizar com os sentimentos do Pai, nos abandonaríamos em suas mãos. 

Santo do Dia

S. Maria Madalena de Pazzi


1566-1607 ? virgem e mística ? \"Maria? quer dizer \"amada de Deus?


Natural de Florença, Itália, em 1582, aos 16 anos, Maria Madalena de Pazzi ingressou no convento carmelita de S. Maria dos Anjos. Sua vida foi marcada por sofrimentos continuados e fenômenos místicos, como visões, êxtases, arrebatamentos e freqüentes provações espirituais. Tinha certeza de que Deus via sua fraqueza e lhe dava coragem para superar toda dor e provação. Lembrada dos sofrimentos de Cristo, oferecia os seus a Deus (Cl 1,24). Esse era o seu segredo. Suas revelações estão contidas no livro Contemplações, tido como importante tratado de teologia mística. Morreu a 26 de maio de 1607, aos 41 anos de idade.

Calendário - Serviço Bíblico